Plano de continuidade de negócios (PCN): o que é, para que serve e seus benefícios

O plano de continuidade de negócios é uma estratégia de suma importância para evitar que as empresas sofram em períodos adversos. Portanto, ele traz segurança e garantia de que os impactos sejam os mínimos possíveis.

Mas, você sabe como elaborar esse plano? O que deve estar incluso? Quais são as suas vantagens? Ao longo deste artigo você vai entender tudo sobre o assunto. Continue lendo e confira:

  • O que é plano de continuidade de negócios (PCN)?
  • Importância do plano de continuidade de negócios
  • Dicas de como elaborar o seu plano de continuidade de negócios

O que é plano de continuidade de negócios (PCN)?

O plano de continuidade nada mais é do que um conjunto de ações que devem ser tomadas para manter o pleno funcionamento da empresa em períodos adversos. Esses contratempos podem ocorrer tanto por fatores externos como internos.

Portanto, a empresa deve antecipar os problemas e propor ações para solucioná-los.

Citamos abaixo alguns exemplos de situações que podem acontecer e que necessitam de uma plano de contingência:

  • Pedidos de demissão em massa;
  • Crises econômicas no setor;
  • Desastres naturais, como incêndios e pandemia;
  • Perda de dados críticos dos clientes;
  • Churn em massa de clientes.

Vivemos no Mundo BANI, onde tudo é frágil, envolto na ansiedade, não linear e incompreensível, então além desses, existe uma infinidade de casos que podem representar um risco para o seu negócio. Logo, cabe à gestão se preparar para enfrentá-los da melhor forma possível, fazendo com que o impacto financeiro e na saúde como um todo da empresa sejam minimizados.

Em outras palavras, a criação desse plano é uma forma de garantir que a empresa será capaz de manter suas operações essenciais em funcionamento em qualquer cenário enfrentado.

– Leia também: O que é um plano de negócios? Definições, funções e como elaborar

Importância do plano de continuidade de negócios

A elaboração do plano de continuidade vai ajudar sua empresa a identificar as suas principais ameaças e riscos, assim como prever cenários que poderiam impactar negativamente nos resultados.

Abaixo listamos as principais vantagens da criação de um PCN. Veja:

  • A empresa fica mais preparada para lidar com imprevistos;
  • Alta capacidade de reação às adversidades;
  • Entendido do quanto e como a empresa está exposta a riscos e ameaças;
  • Maior segurança para os funcionários, que entendem que a empresa poderá passar por períodos críticos sem que isso abale necessariamente suas posições;
  • Desenvolvimento de processos alternativos frente à indisponibilidade dos já existentes.

Dicas de como elaborar o seu plano de continuidade de negócios

Agora que você já conhece o conceito do plano de continuidade chegou a hora de colocar a mão na massa. Apontamos alguns passos essenciais para o desenvolvimento de um documento estratégico. Confira a seguir.

1. Defina o escopo e objetivos do PCN

O primeiro passo para elaboração do PCN deve ser a definição dos possíveis eventos que podem afetar seu negócio. 

Nesse momento, deve ser levado em conta todos os setores da empresa, como recursos humanos, operações, contabilidade, entre outros. Afinal, cada empresa conta com as suas particularidades e esse plano deve estar adequado à realidade da sua.

Portanto, elabore quais são os objetivos e propósitos do seu PCN e torne isso claro para toda a empresa.

Banner para e-book "20 Boas Práticas de Gestão"

2. Identifique todos os riscos

Depois de levantar quais eventos poderiam abalar seu negócio, você deve listar quais seriam todos os riscos. São exemplos:

  • Levar a empresa à falência;
  • Necessidade de demissão dos funcionários;
  • Cortes de gastos operacionais;
  • Queda de produção.

É importante que todas as possibilidades estejam contempladas nesse documento. Sendo assim, será possível criar estratégias para ajudar a empresa a lidar com elas da forma menos danosa possível.

– Leia também: Gestão de riscos: o que é, como aplicar e principais vantagens do processo

2. Faça análises de impacto 

É interessante que o plano de continuidade seja complementado com uma análise de impacto comercial. Isto é, você deve identificar todas as ameaças ao seu negócio e fazer um estudo de como elas podem impactar seu negócio. 

Dessa forma, você terá um maior embasamento para avaliar quais situações representam maior risco para a empresa e assim, poderá se preparar melhor para elas.

3. Crie um time de emergência 

Outra dica para a gestão de continuidade de negócios é criar uma equipe dedicada ao plano. Essas pessoas devem ter responsabilidades-chave no desenvolvimento da estratégica, assim como na execução das ações, quando (e se) necessário.

4. Desenvolva ações para todos os cenários

É imprescindível que o seu plano de continuidade de negócios cubra todas as ameaças e riscos identificados. Aqui você deve ser o mais minucioso e prático possível nas ações propostas.

O que será feito para minimizar esse cenário? Qual o período necessário? Quais ferramentas deverão ser contratadas para ajudar com isso? 

Dessa forma, quando o eventual cenário surgir você já saberá exatamente quais são os próximos passos, assim como a quem recorrer, o que vai ajudar seu negócio a contornar o problema de forma rápida e assertiva.

Certifique ainda que todos os colaboradores saibam seus papéis nesse plano de contingência e tenham capacidade para executá-lo.

5. Conte com o suporte de um software de gestão estratégica

O Scopi oferece um software de gestão de planejamento estratégico, com ferramentas que vão ajudar você a elaborar um plano de continuidade muito mais assertivo.

Ele ajuda na etapa de análise de cenários, anterior à definição dos objetivos e dos planos de ações necessários.

Com o Scopi você consegue fazer o diagnóstico estratégico e identificar riscos, além de acompanhar os principais indicadores do seu negócio. Outras funções como gestão de processos, projetos e tarefas também estão disponíveis. O Scopi avisa quando algo está por vencer ou atrasado e tem um APP que permite acessar as informações a qualquer momento e de qualquer lugar.

Aproveite para conhecer mais sobre o software Scopi e tenha o seu modelo de gestão estratégica estruturado.

– Leia também: Planejamento estratégico: o que é e como fazer [Guia Completo]

Banner para demonstração gratuita do Scopi

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *