Planejamento estratégico financeiro: como criar o do seu negócio?

O planejamento estratégico financeiro é uma importante ferramenta para ajudar o negócio a ter maior controle de suas finanças, assim como na projeção de expansão.

Pensando nisso, preparamos este artigo para ajudar sua empresa na criação de um plano estratégico financeiro assertivo. Continue a leitura e confira:

  • A importância do planejamento estratégico financeiro
  • Dicas para criar um planejamento financeiro estratégico
  • Como o software Scopi pode ajudar? 

A importância do planejamento estratégico financeiro

Um planejamento financeiro é uma forma de olhar estrategicamente para as ações envolvendo as finanças da empresa. Isto é, essa é uma forma de avaliar todos os pontos que impactam esse setor e com isso realizar um diagnóstico de tudo o que está dando certo ou não.

Com esse diagnóstico em mãos, a empresa poderá criar novas metas e planos de ação visando o crescimento e a manutenção da saúde do negócio.

Em outras palavras, um plano financeiro é uma forma de encontrar melhores caminhos para fazer mais e melhor da maneira mais sustentável possível. 

Dicas para criar um planejamento financeiro estratégico

Abaixo listamos alguns pontos importantes para se ter em mente durante a elaboração de um plano financeiro. Confira:

1. Faça um diagnóstico

Como já mencionado, todo planificación estratégica inicia-se com um diagnóstico estratégico da empresa e/ou setor específico, que neste caso é o financeiro.

Portanto, o objetivo aqui é ter entendimento do cenário atual da empresa. Quanto há de caixa e em aplicações? Como está o balanço patrimonial? A empresa tem dívidas? Como anda o fluxo de caixa?

Essas são apenas algumas das questões que devem ser levantadas na etapa de diagnóstico. É importante que todas as questões envolvendo as finanças do negócio sejam analisadas com atenção, logo, atente-se tanto às saídas (pagamento de salários, infraestrutura etc), quanto às entradas (pagamento de clientes, investidores etc).

Aqui é interessante fazer uso da Matriz SWOT, que permitirá a análise situacional financeira tanto do ambiente externo, quanto interno.

Banner para e-book "20 Boas Práticas de Gestão"

2. Adequação com o planejamento estratégico

O planejamento estratégico geral da empresa deve estar em sintonia com o plano financeiro.

Portanto, indicamos que você analise o PE da empresa, de modo a entender como o setor financeiro poderá contribuir para o atingimento das metas estratégicas do negócio, e vice-versa.

3. Faça projeções 

Um dos objetivos do planejamento estratégico financeiro é ajudar na expansão da empresa. Portanto, para isso é necessário realizar projeções de crescimento. 

Nesta etapa é interessante realizar uma análise aprofundada do cenário econômico como um todo, ou seja, observe como anda a economia, quais são as projeções do Banco Central e busque entender, principalmente, como o seu segmento está sendo impactado pelo momento atual.

Feito isso, indicamos que você defina, pelo menos, 3 cenários de projeções para sua empresa. Eles podem ser pensados em três viés: pessimista, realista e otimista. Essa é uma forma estratégica de manter sua empresa preparada para imprevistos e também pensar em seu crescimento, independente do cenário.

– Leia também: Pensamento estratégico: 7 dicas para desenvolvê-lo e aplicá-lo em organizações

4. Defina as metas e indicadores

Levando em conta os cenários projetados no passo anterior, é hora de definir as metas a serem conquistadas para cumprimento dos respectivos objetivos estratégicos. Com o cuidado para não impor metas absurdas e impossíveis de serem atingidas.

Além disso, é importante também criar os indicadores que permitirão o monitoramento das metas. Se a empresa tem uma meta de alcançar um determinado valor de faturamento, por exemplo, um dos indicadores a serem monitorados é o faturamento.

É interessante ainda distribuir as metas e os indicadores para os colaboradores para que cada membro tenha consciência da sua responsabilidade e importância.

 5. Seja estratégico com os planos de ação

A criação dos planos de ação é uma das etapas essenciais para a elaboração do seu planejamento estratégico financeiro. É importante lembrar que eles precisam estar sempre relacionados com os objetivos estratégicos do negócio e estarem orientados por ordem de prioridade.

Além disso, eles devem ser revistos de tempos em tempos. Afinal, o mercado muda constantemente e é importante certificar que suas ações continuam eficientes, de modo a realizar mudanças de rota sempre que necessário.

– Leia também: Plano de ação e planejamento estratégico: entenda suas principais diferenças

6. Acompanhe os resultados

Toda estratégia deve ser monitorada de perto, ainda mais quando estamos nos referindo às finanças do seu negócio. É fundamental entender se o planejamento está alcançando os objetivos traçados.

Por isso, é interessante realizar reuniões periódicas para que seja possível avaliar os números, o que foi feito na semana anterior e quais serão as prioridades para a próxima semana.

Além disso, sempre que achar necessário, deve-se redefinir o SWOT, os objetivos estratégicos do setor, as metas e os planos de ação.

– Leia também: 10 métricas financeiras indispensáveis para uma gestão eficiente

Como o software Scopi pode ajudar? 

Você sabia que existem plataformas que podem ajudar seu negócio na elaboração e atualização de um planejamento estratégico financeiro? O software Scopi é uma delas.

O software de planificación estratégica traz um passo a passo que facilita a montagem do seu plano e ajuda no monitoramento da execução, com seus avisos e painéis de controle.

Além disso, ele integra em um só lugar outras ferramentas importantes como a própria Matriz SWOT, além do mapa estratégico, indicadores, metas, projetos e processos. Com o Scopi, fazer gestão é mais fácil e eficaz!

Banner para demonstração gratuita do Scopi

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *