Metodologia Lean: o que é, como funciona e principais benefícios

A Metodologia Lean está entre as mais utilizadas por empresas em todo o mundo. Tem como premissa evitar desperdícios no ambiente organizacional, contribuindo para tornar a produção mais ágil e qualificada.

Ao longo deste artigo vamos explicar detalhadamente tudo sobre essa metodologia de gestão. Continue lendo e confira:

  • O que é a Metodologia Lean? 
  • 5 princípios do Lean 
  • Tipos de desperdícios no Método Lean
  • Principais benefícios da Metodologia Lean
  • Conte com o auxílio de um software de planejamento estratégico

O que é Metodologia Lean? 

O grande objetivo da Metodologia Lean é tornar a rotina de trabalho o mais enxuta possível, minimizando ao máximo os desperdícios. Portanto, a ideia aqui é utilizar apenas recursos indispensáveis na execução do projeto, garantindo maior agilidade ao fluxo de trabalho.

O método de gestão de projetos Lean buscar mitigar principalmente esses três pontos na rotina empresarial:

  • Desperdício: tudo aquilo que consome valor e não gera valor para o negócio deve ser eliminado;
  • Inconstância: são excessos de produção que levam a desperdício de recursos e tempo;
  • Sobrecarga: quando os recursos estão sendo operados com altos níveis de estresse.

Em outras palavras, podemos dizer que essa metodologia busca fazer análises de modo que seja possível executar as demandas com o menor esforço e menor quantidade de recursos possíveis, mas buscando entregas de alta qualidade.

Origem do conceito

A filosofia Lean surgiu em 1940 com a montadora de veículos Toyota, no Japão. Em um período pós-Segunda Guerra Mundial, a economia estava abalada pela falta de recursos e a empresa, como várias outras, sofria com a baixa produtividade.

Portanto, viu-se a necessidade de enxugar os processos para manter a saúde financeira do negócio. Foi então que o chefe de produção da Toyota, Taiichi Ohno, em conjunto com o fundador da empresa Toyota Sakichi e seu filho Toyoda Kiichiro criaram o Método Toyota Production System (TPS), que anos depois viria a ser conhecido como Lean Manufacturing.

A ideia era dividir a produção em pequenos lotes, o que possibilitaria uma produção com maior variedade de produtos. Além disso, a ideia era que os colaboradores atuassem de forma multifuncional, desenvolvendo, por exemplo, mais de uma tarefa específica no ciclo produtivo.

– Leia também: Metodologia ágil: o que é, benefícios e como utilizá-la em um projeto

Banner para e-book "20 Boas Práticas de Gestão"

5 princípios do Lean 

Esse conceito traz consigo cinco princípios distintos que devem ser seguidos pela gestão como base para aplicação do método. São eles:

1. Valor

O primeiro princípio diz respeito ao entendimento de qual é o valor oferecido pela empresa para o cliente. O objetivo do Lean será oferecer essa solução de forma ainda mais eficiente.

Para que isso seja possível, é preciso identificar o que seu cliente realmente necessita e assim se concentrar em fornecer isso sem desperdícios.

Por exemplo, em vez de produzir uma grande quantidade de produtos que podem não ser vendidos por serem irrelevantes/indiferentes para seu público, o Lean se concentra em produzir apenas aqueles que são realmente necessários e vão trazer melhores resultados.

2. Fluxo de valor

O objetivo aqui é a criação de um fluxo contínuo de valor para o seu cliente. Para isso, é necessário fazer um mapeamento de todo o processo da jornada do cliente.

Esse passo é importante para que seja possível remover qualquer obstáculo que esteja atrapalhando a dinamização do trabalho. Por exemplo, em vez de ter várias equipes trabalhando em paralelo sem coordenação, o Lean se concentra em criar uma equipe coesa que trabalha junta para alcançar seus objetivos.

3. Produção puxada

Este princípio concentra-se na produção estratégica, com foco na redução de desperdícios e consequentemente de estoque. 

A vantagem aqui é que estaremos evitando a perda de tempo, recursos e dinheiro na produção de produtos que não são necessários e nem prioridade para o negócio.

Por exemplo, em vez de produzir uma grande quantidade de produtos em antecipação à demanda, o Lean se concentra em produzir apenas aqueles que são realmente solicitados pelo cliente.

4. Perfeição

Um dos princípios do Método Lean é a busca pela melhoria contínua, sempre buscando formas de otimizar os processos e aumentar a eficiência. 

Por isso, gestores e colaboradores devem atuar procurando sempre meios de fazer as demandas de forma mais enxuta, ágil e eficiente.

Por exemplo, em vez de aceitar os processos atuais, a equipe pode buscar softwares que vão agilizar o processo de vendas ou a gestão de metas.

5. Colaboração 

Um dos princípios mais importantes do Método Lean diz respeito ao incentivo à colaboratividade na empresa. É fundamental que o gestor crie estratégias para extrair o máximo de cada membro da equipe, assim como da sua atuação em conjunto.

Dessa forma, é possível garantir que o trabalho seja realizado de forma coesa e eficiente.

– Leia também: Gestão colaborativa: vamos estimular o trabalho em equipe?

Tipos de desperdícios do Método Lean

Em geral, a Metodologia Lean foca na redução de sete tipos macros de desperdícios. São eles:

  1. Superprodução: produzir mais do que o necessário para atender à demanda do cliente;
  2. Espera: tempo desperdiçado esperando por uma ação ou recurso necessário;
  3. Processos desnecessários: realizar mais trabalho do que o necessário para produzir um produto ou fornecer um serviço;
  4. Movimento excessivo: mover pessoas ou equipamentos mais do que o necessário para produzir um produto ou fornecer um serviço;
  5. Estoque: manter mais materiais, peças ou produtos do que o necessário para atender à demanda do cliente;
  6. Intelectual: erros na linha de produção que exigem correções ou retrabalho;
  7. Transporte: envolve os custos de movimentação de mercadorias que podem gerar prejuízos relevantes para a produção.

Leia também: Tomada de decisão nas organizações: conheça as etapas do processo e importância

Principais benefícios da Metodologia Lean

  • Aumento da eficiência: o Lean ajuda a identificar e eliminar desperdícios nos processos, o que por sua vez leva a uma produção mais eficiente e aumento da eficiência;
  • Melhoria da qualidade: o foco no valor e no fluxo enxuto de trabalho leva a uma redução de erros e aumento da qualidade dos produtos e serviços oferecidos;
  • Redução de custos: a eliminação de desperdícios e aumento da eficiência proporcionam a uma redução de custos, pois menos recursos são desperdiçados;
  • Aumento da satisfação do cliente: o enfoque no fornecimento de valor ao cliente leva a uma melhoria na qualidade dos produtos e serviços, o que resulta em maior satisfação do cliente;
  • Flexibilidade e agilidade: o Lean permite a adaptação rápida a mudanças na demanda do cliente, o que aumenta a flexibilidade e agilidade da empresa;
  • Colaboração e envolvimento: o Lean promove a colaboração e o envolvimento de todas as equipes, o que leva a uma melhoria no trabalho em conjunto e a um ambiente de trabalho mais positivo;
  • Inovação: a busca pela perfeição e o aperfeiçoamento contínuo levam a uma cultura de inovação e melhoria contínua.

Conte com o auxílio de um software de planejamento estratégico

O Scopi é um software de planificación estratégica, com ferramentas essenciais na hora de acompanhar as metas, os objetivos e os planos de ação. Além disso, ele ajuda na etapa de análise de cenários, anterior à definição dos objetivos e dos planos de ações.

Com o Scopi você consegue fazer o diagnóstico estratégico e identificar riscos, além de acompanhar os principais indicadores do seu negócio. Outras funções como gestão de processos, projetos e tarefas também estão disponíveis.

O Scopi avisa quando algo está por vencer ou atrasado e tem um APP que permite acessar as informações a qualquer momento e de qualquer lugar.

Aproveite para conhecer mais sobre o software Scopi e tenha o seu modelo de gestão estratégica estruturado.

– Leia também: Scrum: o que é, etapas e como aplicar a metodologia na empresa

Banner para demonstração gratuita do Scopi

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *