Tomada de decisão nas organizações: conheça as etapas do processo e importância

O processo de tomada de decisão é um desafio diário para gestores e profissionais de qualquer empresa. Afinal, a tarefa exige uma grande responsabilidade por trazer consequências positivas ou negativas para a organização.

Quando feita de forma assertiva e com um planejamento sólido, as tomadas de decisões podem levar a empresa a alcançar os melhores resultados.

Durante a pandemia, por exemplo, a gestão de muitos negócios foi desafiada para tomar decisões certeiras e manter o negócio em pé durante um período tão desafiador.

Aquelas que obtiveram escolhas negativas precisaram fechar as suas portas nesse período ou realizar grandes cortes orçamentários, que, em muitos casos, poderiam ser evitados com uma gestão mais eficiente.

Sabemos que a tarefa não é tão fácil, mas existem algumas dicas úteis que podem contribuir para melhorar a tomada de decisão da sua empresa e facilitar o processo.

Neste artigo, separamos tudo sobre o assunto. Continue a leitura e confira:

  • O que é a tomada de decisão nas organizações?
  • Qual a importância da tomada de decisão?
  • 5 dicas para uma boa tomada de decisão
  • O software Scopi ajuda você nessa missão!

O que é a tomada de decisão nas organizações?

Em resumo, dizemos que a tomada de decisão está relacionada com o processo de decidir sobre algo importante. Em uma organização, por exemplo, essa prática é fundamental para decidir o futuro da empresa em diversas áreas.

Nem sempre a tomada de decisão é feita por uma única pessoa: em grandes corporações, essa decisão é realizada por um conjunto de profissionais e gestores com o objetivo de melhorar o funcionamento do negócio.

É importante ressaltar, ainda, que a tomada de decisão é uma atividade contínua, uma vez que as corporações estão sempre enfrentando desafios e estabelecendo metas de melhoria.

Nesse sentido, existem algumas etapas do processo que podem ser seguidas:

Etapa 1: Identificação do problema

No geral, o processo de tomada de decisão em uma organização está relacionado com a resolução de algum problema. Nesse sentido, é essencial identificar qual é a natureza dessa questão e delimitá-la.

Apesar de parecer uma etapa simples, a identificação do problema é essencial para que, no final do processo, seja possível comparar quais modificações foram feitas e observar se, de fato, essa questão foi realmente solucionada.

Etapa 2: Coleta de dados

A segunda etapa da tomada de decisão exige que a gestão colete todos os dados que darão fundamento para a sua decisão. Com essas informações, torna-se muito mais fácil identificar o contexto do problema.

Para isso, o gestor pode:

  • Aplicar pesquisas com pessoas relacionadas com a organização (clientes, consumidores, colaboradores etc);
  • Estudar o histórico do negócio;
  • Entender o clima organizacional da empresa;
  • Analisar situações específicas;
  • Avaliar o planejamento estratégico da organização.

O instrumento da coleta de dados pode variar de acordo com o tipo de problema.

– Leia também: Diagrama de Ishikawa: encontre as causas dos seus problemas

Etapa 3: Identificação de alternativas

Depois que o problema é reconhecido e os dados relacionados com a questão são coletados, é a hora de identificar e analisar quais são as alternativas disponíveis para a solução.

Portanto, busque reunir a equipe responsável e fazer um brainstorming para ouvir as sugestões de todos os colaboradores.

Etapa 4: Escolher a melhor opção

A etapa 4 é uma consequência do que foi analisado na etapa 3. Ao traçar possíveis cenários para cada alternativa, escolha a melhor opção para a sua empresa.

Aqui, a organização dos processos é muito importante: as alternativas devem ser colocadas  em ordem de prioridade, baseando-se nos valores e critérios da solução do problema que deve ser resolvido.

– Leia também: Gestão de Processos: o que é e como padronizar o seu jeito de fazer

Etapa 5: Decisão e acompanhamento

Depois que todas as etapas anteriores são completadas, é a hora de acompanhar os resultados da tomada de decisão, a fim de verificar o grau de eficiência na solução do problema.

Com isso, pode ser que o empreendedor colete informações mais detalhadas e até encontre outras alternativas e soluções que podem ser exploradas.

Qual a importância da tomada de decisão?

Como citamos anteriormente, o processo de tomada de decisão pode levar a empresa a alcançar os melhores resultados.

Organizar essas informações, então, torna as decisões do negócio as mais racionais possíveis, reduzindo drasticamente as chances de erros diante de situações importantes.

5 dicas para uma boa tomada de decisão

Sabemos que a tomada de decisão exige muita responsabilidade dos gestores e profissionais responsáveis da empresa. Porém, com organização e um bom planejamento, o processo torna-se uma tarefa muito mais simples do que se imagina.

A seguir, elencamos algumas dicas úteis para realizar uma boa tomada de decisão na sua organização. Acompanhe os tópicos a seguir!

1. Entenda os impactos das suas decisões

A primeira dica para uma boa tomada de decisão é entender quais são os impactos que a sua escolha influencia no negócio.

Isso porque, em alguns casos, a tomada de decisão aborda assuntos políticos e processos que envolvem toda a empresa, precisando que sejam consideradas várias possibilidades e ponderações.

2. Estabeleça metas a longo prazo

Estabelecer objetivos a curto prazo pode até ser uma estratégia interessante para algumas áreas, mas a verdade é que as metas a longo prazo são as que realmente definem o futuro do seu negócio e colaboram para o crescimento da empresa no mercado de trabalho.

Inclusive, ao investir em metas e objetivos a longo prazo, você estará mais engajado e confiante para os projetos de curto prazo.

– Leia também: Ferramenta SMART: como ela pode ajudar na definição de metas do planejamento

3. Tome decisões baseadas em dados

Como estamos sempre falando aqui no blog do Scopi, é muito importante contar com um bom planejamento em cada aspecto da sua empresa. 

Em um momento tão importante quanto a tomada de decisão, é fundamental observar os indicadores antes de bater o martelo.

Portanto, realize pesquisas, avalie o planejamento estratégico da organização e estude o histórico do negócio como forma de aumentar o seu conhecimento sobre o possível problema.

O software Scopi ajuda você nessa missão!

O Scopi é um software de planificación estratégica que ajuda empresas de qualquer tamanho e segmento a estruturar os seus próprios modelos de gestão estratégica.

Agora que você já sabe o que é a tomada de decisão e a importância desse processo para a sua empresa, invista na tecnologia para tornar o planejamento um hábito no dia a dia do negócio. Otimize a gestão e alavanque o crescimento da sua empresa!

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *