OKR e KPI: entenda as principais diferenças entre os conceitos

OKR e KPI estão entre os conceitos mais populares quando o assunto é gestão estratégica. Apesar de ambos ajudarem no acompanhamento das ações planejadas, eles possuem diferentes funções dentro do planificación estratégica.

Ao longo deste artigo explicaremos as principais diferenças entre KPI e OKR. Continue a leitura e confira:

  • O que é KPI?
  • O que é OKR?
  • Qual a diferença entre OKR e KPI?
  • Dicas para medir e acompanhar o progresso de OKRs e KPIs

O que é KPI?

KPI (do inglês key-performance indicators), são indicadores-chave de desempenho que auxiliam as empresas no acompanhamento das ações planejadas. Cada empresa irá definir os seus de acordo com seus projetos, metas e necessidades específicas.

Exemplos de KPI: Custo por Clique (CPC), Taxa de Conversão, Retorno Sobre o Investimento (ROI), Taxa de Abertura de E-mails, entre outros.

Tipos de KPI 

Na hora de definir os indicadores do seu negócio, eles podem ser divididos em três tipos, sendo eles:

  • Primários ou estratégicos: são aqueles acompanhados por diretores ou c-levels e mostram de forma rápida se os objetivos definidos estão sendo atingidos;
  • Secundários ou táticos: usados pelos líderes de setores, reforçam os primários e mostram se as ações estão no caminho certo;
  • Práticos ou operacionais: acompanhados pelos especialistas de cada área, desdobram em detalhes os resultados primários e secundários.

O que é OKR?

OKR é a sigla para Objectives and Key Results, que significa, na tradução literal, objetivos e resultados-chave.

Portanto, a metodologia propõe a elaboração de objetivos, assim como de resultados-chave que serão utilizados para mensurar a eficiência das ações propostas.

Em linhas gerais, a OKR consiste em um sistema de metas coletivas e individuais, que convergem para a busca de objetivos globais de uma organização.

  • Objectives são uma definição clara e geral sobre o que a empresa deseja alcançar;
  • Key Results são as metas que ajudam a definir o melhor trajeto para chegar ao objetivo final.

A metodologia OKR deve ser acompanhada regularmente para avaliar o progresso e realizar ajustes conforme necessário.

– Leia também: OKR financeiro: boas práticas e exemplos de como aplicar a metodologia no setor

Qual a diferença entre OKR e KPI?

OKR e KPI são duas abordagens distintas para medir o progresso e o desempenho organizacional. Ambos são úteis e complementares na gestão de metas e indicadores de desempenho.

Entre as principais diferenças entre as metodologias, destacam-se:

  • Foco: OKRs são focados em objetivos e resultados ambiciosos, enquanto os KPIs focam no desempenho e progresso de atividades específicas;
  • Prazo: OKRs geralmente possuem prazos mais curtos (trimestrais), enquanto KPIs podem ser acompanhados por períodos mais longos;
  • Natureza: OKRs combinam metas qualitativas (objetivos) e métricas quantitativas (resultados-chave), enquanto KPIs são puramente quantitativos.

Confira abaixo exemplos de OKR e KPI que vão te ajudar a entender melhor ainda as características de cada um:

Exemplo de OKR

Objetivo: Aumentar a satisfação do cliente

Resultados-chave:

  1. Aumentar a pontuação média de satisfação do cliente de 4.0 para 4.5.
  2. Reduzir o tempo médio de resposta do suporte ao cliente de 24 horas para 12 horas.

Exemplo de KPI

Meta: Aumentar a satisfação do cliente

Indicadores de desempenho:

  1. Pontuação média de satisfação do cliente.
  2. Tempo médio de resposta do suporte ao cliente.

Resumindo, OKRs e KPIs são ferramentas valiosas para a gestão de metas e medição de desempenho nas organizações. OKRs são mais focados em objetivos ambiciosos e desafiadores, enquanto os KPIs monitoram o progresso e desempenho de atividades específicas.

Ambos podem ser usados de forma complementar para garantir o alinhamento da equipe, a melhoria contínua e o alcance dos resultados.

Dicas para medir e acompanhar o progresso de OKRs e KPIs

Medir e acompanhar o progresso dos OKRs e KPIs é crucial para garantir o sucesso na realização dos objetivos dentro do seu planejamento estratégico.

Para te ajudar nessa missão, listamos algumas dicas de como extrair o máximo de ambas metodologias.

1. Estabeleça um processo de acompanhamento

Defina um processo claro e consistente para coletar, analisar e compartilhar dados referentes aos OKRs e KPIs. Isso pode incluir ferramentas e sistemas de gerenciamento, por exemplo, assim como reuniões e check-ins regulares.

2. Utilize ferramentas de gerenciamento

Adote ferramentas e plataformas de gerenciamento de OKRs e KPIs que permitam o acompanhamento em tempo real, a visualização de dados e a colaboração entre equipes.

Com o Scopi, nosso software de planificación estratégica, você pode criar indicadores customizáveis de acordo com as necessidades do seu negócio.

– Leia também: Planilha de indicadores no Excel: saiba como fazer e conheça outra ferramenta mais eficiente

Banner para demonstração gratuita do Scopi

3. Mantenha a equipe informada

Promova a comunicação aberta e transparente sobre o progresso dos OKRs e KPIs entre os membros da equipe e as diferentes áreas da empresa. Isso facilita a identificação de problemas e a colaboração na busca de soluções.

4. Estabeleça responsabilidades

Atribua responsabilidades específicas aos membros da equipe para o acompanhamento e gestão dos OKRs e KPIs. Isso garante que todos estejam comprometidos e engajados no processo.

5. Faça ajustes sempre que necessário

Use os insights obtidos a partir da análise dos OKRs e KPIs para ajustar as metas e abordagens, a fim de melhorar continuamente o desempenho e alcançar os objetivos. Faça revisões regulares para avaliar o que funcionou e o que precisa ser ajustado.

– Leia também: Gestão de indicadores: aprenda o que é e como acompanhá-los

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *