Inteligência artificial nas empresas: impactos e principais aplicações

A inteligência artificial nas empresas está se tornando um motor fundamental para a inovação e o crescimento. Desde automatizar tarefas repetitivas a gerar insights poderosos para a tomada de decisões, a IA está reformulando o panorama dos negócios. 

Neste artigo, vamos explorar o impacto e as aplicações da inteligência artificial nas empresas. Além disso, vamos falar sobre como soluções, como o ChatGPT, por exemplo, vem contribuindo para impactar positivamente na rotina dos negócios. Leia e fique por dentro. 

Cenário corporativo atual – contextualização do mundo VUCA

A velocidade que as tecnologias e novas ferramentas estão surgindo no mundo forçou o capitalismo a olhar para si mesmo, trazendo complexidade para todos os âmbitos e gerando visões diferentes devido a ambiguidade que esse excesso de informação pode causar.

No mundo corporativo, o conceito VUCA passou a fazer parte a partir de 2008, uma vez que as organizações entenderam que o “cenário de guerra” também é reproduzido no mercado econômico com acontecimentos imprevisíveis e incertos.

Entenda melhor as características que dão nome ao conceito:

  • Volatility (volatilidade): a agilidade do mercado exige que as empresas se ajustem rapidamente e constantemente às exigências de cada mudança;
  • Uncertainty (incerteza): é cada vez mais difícil fazer previsões sobre o que irá ou não acontecer, logo, ser flexível é essencial;
  • Complexity (complexidade): é essencial contar com uma visão ampla do negócio e entender a complexidade que aborda todas as áreas;
  • Ambiguity (ambiguidade): é essencial trabalhar com foco e entender os fatores que citamos anteriormente.

Compreender esses aspectos é essencial para estar preparado para lidar com as adversidades do cenário corporativo atual. 

Leia também: Diagnóstico estratégico: entenda o que é, sua importância e quando fazer

Afinal, o que é Inteligência Artificial?

A Inteligência Artificial (IA) é um campo da ciência da computação que busca criar sistemas que exibem formas de inteligência humanas ou super-humanas. Em termos mais simples, a IA é a tentativa de fazer com que as máquinas “pensem” e tomem decisões da mesma maneira que os humanos (ou até melhor).

Para entender melhor o conceito de IA, vamos falar sobre os seus principais componentes:

Redes Neurais 

Modelos computacionais inspirados na estrutura do cérebro humano, compostos por camadas de neurônios interconectados que processam e transmitem informações.

Aprendizado de Máquina 

Processo pelo qual as máquinas aprendem com dados, sem serem explicitamente programadas. 

Processamento de Linguagem Natural 

Área da Inteligência Artificial que se concentra na compreensão e geração de linguagem natural, incluindo técnicas para análise de texto, geração de texto, tradução automática e compreensão de linguagem natural. 

Aprendizado Profundo 

Técnica de aprendizado de máquina baseada em redes neurais que possuem muitas camadas, permitindo que as máquinas aprendam representações hierárquicas de dados.

Banner para o Infográfico 7 etapas do planejamento estratégico

Principais impactos da inteligência artificial nas empresas

A IA já vem sendo adotada em diferentes finalidades no setor empresarial, contribuindo para uma série de avanços e melhorias na rotina dos negócios. Listamos abaixo alguns dos principais impactos:

Eficiência e produtividade melhoradas

A IA pode automatizar tarefas repetitivas, permitindo que os funcionários se concentrem em atividades mais estratégicas e complexas. Isso não apenas aumenta a eficiência operacional, mas também pode melhorar a produtividade geral;

Melhora na tomada de decisões

A inteligência artificial, juntamente com o aprendizado de máquina e a análise de dados, pode oferecer insights valiosos que ajudam na tomada de decisões. Por exemplo, pode ajudar a identificar tendências no mercado, prever a demanda do cliente ou até mesmo detectar problemas potenciais antes que eles se tornem significativos.

Melhoria no atendimento ao cliente

Através do uso de chatbots e assistentes virtuais, por exemplo, as empresas podem oferecer um atendimento ao cliente 24 horas por dia. Essas ferramentas podem responder a perguntas frequentes, agilizar os processos de atendimento e deixar a equipe livre para lidar com questões mais complexas.

Inovação

A IA pode ajudar as empresas a inovar, seja através do desenvolvimento de novos produtos ou serviços, ou através da melhoria de processos internos. Por exemplo, a IA pode ser usada para simular cenários de negócios, o que pode ajudar no desenvolvimento de novas estratégias ou abordagens.

Principais aplicações de IA nas empresas

Veja algumas das possibilidades de implementação da inteligência artificial nas organizações:

Chatbots e assistentes virtuais

Como mencionado acima, essas ferramentas são usadas para melhorar o atendimento ao cliente, além de serem usadas internamente para ajudar os funcionários a encontrar informações ou completar tarefas.

Análise de dados

As empresas estão usando IA para coletar, analisar e interpretar grandes quantidades de dados. Isso pode ajudar a identificar tendências, fazer previsões e tomar decisões mais assertivas.

Automação de processos robóticos (RPA)

A IA pode ser usada  também para automatizar tarefas repetitivas e demoradas, como entrada de dados ou processamento de faturas, por exemplo.

Segurança cibernética

A inteligência artificial pode ser usada para detectar e prevenir ameaças à segurança cibernética, através da identificação de padrões suspeitos e da reação rápida a incidentes.

Marketing personalizado

Com a ajuda da IA, as empresas podem criar campanhas de marketing personalizadas com base no comportamento e nas preferências individuais dos clientes.

Leia também: People Analytics: saiba como usá-lo no processo decisório

Conheça o ChatGPT

O ChatGPT é uma Inteligência Artificial Generativa, um tipo de tecnologia que utiliza modelos computacionais e algoritmos para criar algo novo e original. 

Pense nela como sendo uma ‘máquina criativa’ que aprende com os dados que recebe e, com base nesse aprendizado, cria coisas, de forma autônoma. É como se fosse um artista ou inventor virtual que cria algo a partir do que aprendeu. 

Pode ser usada para gerar conteúdo, resolver problemas complexos ou ajudar a desenvolver novas invenções.

Como utilizar o ChatGPT de modo inteligente

Contexto

O que quer, como quer, em que tom aquilo deve ser explicado, com que tipo de linguagem.

Especificidade

Seja o mais claro possível ao formular suas questões. 

Limitações

Se quiser tratar de questões polêmicas, pergunte o que as pessoas estão dizendo, ou cite um autor e depois contraponha a outro

Utilização

Pesquise fatos, conhecimentos gerais e informações técnicas.

Limitações do ChatGPT

  • Base de conhecimento limitada até setembro de 2021;
  • Dificuldade de entender o contexto;
  • Viés de treinamento;
  • Instabilidade no funcionamento da versão gratuita devido ao grande volume de acessos.

Dicas para aprimorar sua experiência

  • Defina seus objetivos de aprendizado e o foco de conversação;
  • Seja claro e objetivo;
  • Mantenha o foco no tema da conversação;
  • Use palavras-chave apropriadas e relevantes;
  • Seja paciente;
  • Refine suas perguntas;
  • Revise as respostas com cuidado;
  • Faça mais perguntas.

Dica: utilize o truque do aja

Uma dica interessante de como utilizar o ChatGPT é instruir a ferramenta a agir de determinada forma, como no exemplo abaixo:

Aja como um agente de viagens e escreva um roteiro com informações de destinos de férias em cidades da América do Sul, fora do Brasil, com praias turísticas. Use um tom informal e um estilo de escrita de vendedor.

Dessa forma, você terá uma resposta mais condizente com aquilo que sua empresa precisa, ou seja, você pode explicitar o tom de voz da sua persona, utilizando o conteúdo de forma mais estratégica. 

Banner para demonstração gratuita do Scopi

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *