Cultura organizacional: o que é e o que a Apple tem a nos ensinar sobre esse conceito

Quem nunca ouviu falar sobre como é maravilhoso trabalhar na Apple? Centenas de entrevistas, infográficos, trabalhos acadêmicos e todo tipo de mídia são divulgados todos os anos tentando destrinchar os fatores que fazem dessa empresa um grande lugar para se trabalhar. cultura organizacional é um desses fatores. E, talvez não por acaso, a Apple seja a primeira empresa dos Estados Unidos a valer U$$ 1 trilhão de dólares.

Benefícios trabalhistas, altos salários, um ambiente que proporciona o empoderamento e crescimento de funcionários, descontos nos produtos Apple e maçãs de graça (sim, maçãs de graça!) são apenas algumas das coisas boas.

Mas para entender de verdade o que faz da Apple um exemplo, precisaremos nos aprofundar um pouquinho mais no que está por trás da sua cultura organizacional.

Continue a leitura e confira: 

  • O que é cultura organizacional? 
  • Como a cultura organizacional da Apple é trabalhada?
  • O que podemos aprender sobre cultura organizacional com a Apple?
  • Defina a cultura da sua empresa!

O que é cultura organizacional?

Para compreender no que, de fato, consiste a cultura organizacional de uma empresa, vamos recorrer a um pequeno exercício filosófico – vai ser divertido, você vai ver! E, além disso, você nunca mais irá esquecer o que o termo significa.

Antes de tudo, vamos pensar nas raízes das palavras que compõem a expressão “cultura organizacional”.

Primeiro temos cultura, que nada mais é do que o conjunto de costumes, ideias, leis e valores de uma sociedade. Nesse caso, podemos considerar a Apple como uma pequena sociedade, com suas próprias normas internas. Cavando mais fundo ainda na filosofia, também podemos encontrar o termo “cultura” relacionado à mudança: “A cultura é o sistema de ideias vivas que cada época possui”, como diria José Ortega y Gasset.

Por outro lado, o termo “organizacional”, muito mais simples, refere-se a tudo e qualquer coisa que tenha a ver com a organização.

Dessa forma, podemos traduzir cultura organizacional para “valores-ideias-leis-costumes” da empresa.

– Leia também: Filosofia empresarial: o que é, importância e como defini-la 

Banner para o Infográfico 7 etapas do planejamento estratégico

Como a cultura organizacional da Apple é trabalhada?

A fórmula por trás do sucesso da Apple também pode ser percebida nas suas apresentações – sejam elas para discutir ideias da empresa ou para introduzir um novo produto ao mercado. Já nesse contato com o público conseguimos aprender as lições de cultura organizacional que a gigante da tecnologia tem para nos ensinar.

Luz, design, falas, representatividade, muito planejamento e a paixão pelo o que está sendo apresentado. Tudo isso deixa transparecer a eficiência da cultura organizacional da empresa. E não é a toa que existe até um livro para ensinar as táticas de apresentação de Steve Jobs…  

O que podemos aprender sobre cultura organizacional com a Apple

1. Trabalhe no crescimento do seu negócio

Ao trabalhar na Apple, os funcionários acreditam que suas carreiras estão sempre em ascensão, juntamente com a empresa. Por isso, ter plano de carreira para seus funcionários ajuda – e muito! – no desenvolvimento da cultura organizacional da sua empresa.

Além disso, certifique-se de que os colaboradores sintam o crescimento da empresa no seu cotidiano e que saibam quais os rumos da organização nos próximos anos.

2. Invista em lideranças

Você tem alguma dúvida sobre a liderança da Apple? Se ela já conseguiu liderar o mercado internacional, o que podemos dizer da liderança interna? Sim, sabemos que ser um líder não é simples, mas, para ajudar, lembre-se sempre da máxima: um líder guia e não exige.

É o que podemos perceber se formos um pouquinho mais a fundo na história de vida de Steve Jobs. Mesmo depois de ter sido afastado da diretoria da própria empresa, Jobs encontrou força para voltar e, não satisfeito, ainda conseguiu colocar a Apple de volta aos eixos, consagrando a empresa como a gigante que é hoje.

– Leia também: Liderança estratégica: o que é, qual sua importância e como desenvolvê-la

3. Confie nas pessoas

O atual CEO da Apple, Tim Cook, não hesita em passar o bastão para seus colegas que são especialistas em diversas áreas. As apresentações da empresa não são centralizadoras, mas ao contrário! Elas mostram que a Apple é de fato um time. É assim que uma empresa com uma boa gestão de equipes trabalha: valorizando seus talentos e abrindo espaço para que toda a equipe possa brilhar. E, isso só é possível quando a empresa caminha junto com todos os seus colaboradores, com foco em objetivos claros.

4. Preocupe-se com o mundo e com o futuro

A Apple ressalta em todas as suas apresentações a preocupação com o meio ambiente e com o futuro do mundo. A empresa baseia sua filosofia nas perguntas: “Qual é a marca que vamos deixar no mundo? Ela será positiva?”. A empresa criou diversas alternativas de reciclagem de materiais, novos tipos de produção com menos desperdício e produtos ecologicamente corretos.

Em setembro de 2018, na apresentação dos seus novos iPhones, a VP de Iniciativas Ambientais, Lisa P. Jackson, falou, em alto e bom tom para todos os que acompanhavam a keynote, que a Apple estava preocupada em criar produtos altamente duráveis para reduzir a necessidade de troca por parte dos clientes. Ou seja, os produtos da Maçã estão rejeitando a obsolescência programada em nome de um futuro mais sustentável para todos.

Aqui, temos um FCA aplicado com maestria: temos o fato, a causa e a ação claramente delimitados.

  • Fato: o meio ambiente está com sérios problemas devido à exploração irresponsável de recursos naturais e não renováveis;
  • Causa: regime de consumo excessivo, insustentável no futuro;
  • Ação: a criação de um plano de conscientização e de um projeto – que foi realmente colocado em prática. Além disso, essa postura conversa muito bem com a filosofia inovadora adotada pela empresa.

5. Seja ecologicamente responsável

Depois de todos os exemplos que demos acima sobre a cultura organizacional da empresa, não é difícil imaginar que podemos chamar a Apple de ecologicamente correta, certo? E se você pensa que essa é uma característica apenas dessa empresa, você está enganado. Essa é uma tendência que cresce cada vez mais nas grandes empresas.

Afinal, se considerarmos o ranking das 100 empresas mais sustentáveis do mundo em 2023, podemos ver gigantes do mercado, como a alemã Siemens e a coreana Samsung entre as 10 melhores colocadas.

6. Dê mais atenção ao processo de contratação

Muitos devem achar que, na hora de contratar um profissional, a Apple estrutura um processo absurdamente difícil e meticuloso. Bem, ele é bastante meticuloso, mas não é tão complicado assim como pode parecer. Na verdade, ele se baseia em dinâmicas de grupo e uma série de entrevistas.

O que mais conta para a empresa de tecnologia – e o que deveria contar para todas as empresas – é a personalidade dos candidatos. Investindo nesse tipo de seleção, a Apple garante que seus funcionários se identifiquem com a cultura organizacional da empresa. Resultado? Maior engajamento e menores taxas de rotatividade.

7. Tenha serviços e produtos de excelência  

Por fim, outro elemento bastante notável nas apresentações da marca é a excelência – tanto do serviço, quanto do produto (ambas já inseridas até mesmo no design adotado). Podemos dizer que a Apple garantiu o posicionamento que tem hoje graças à sua busca incansável pela perfeição.

– Leia também: Missão, Visão e Valores: a importância das diretrizes estratégicas para empresas

Banner para demonstração gratuita do Scopi

Defina a cultura da sua empresa!

De fato, são diversos os fatores que tornaram a Apple a empresa referência que é hoje. Mas você pode ter certeza que sua cultura organizacional é um fator crucial na história desta gigante da tecnologia.

Mas e você, o que tem feito pela cultura organizacional do seu negócio? Conta pra gente nos comentários!

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *